Conheça o ensino superior francês e os principais motivos para iniciar ou continuar os seus estudos na França.
Candidatura, Brasil

 

Como funciona o ensino superior francês?

Na França, a graduação é chamada Licence e tem duração de 6 semestres, ou seja, 3 anos. As formações contemplam diversas áreas de estudos, desde as ciências  humanas, jurídicas e políticas às ciências exatas e biológicas.

Estudantes brasileiros que já cursaram 1 ano de estudos no Brasil podem ingressar diretamente no segundo ano da Licence (L2). Já estudantes que têm 2 anos de estudos completos, podem ingressar diretamente no terceiro ano (L3) e obter o diploma em apenas 12 meses.

A pós-graduação é conhecida como Master e pode ser realizada em 2 anos. Na França, as formações de pós-graduação podem ser de dois tipos: Master  Recherche ou Master Professionnel. O Master Recherche é voltado para a pesquisa acadêmica e possibilita a realização de um Doutorado após a obtenção do diploma. Já o Master Professionnel é voltado sobretudo para a inserção no mercado de trabalho, exigindo do estudante a realização de estágios durante a formação.

 

Como se candidatar?

As candidaturas para formações em universidades são feitas por meio de uma plataforma online do Campus France que permite ao estudante compor um único  dossier para até 15 formações diferentes, o que aumenta consideravelmente as chances de admissão.

O procedimento é realizado em diversas etapas, incluindo o preenchimento de um formulário, a elaboração de textos de motivação, o envio de um dossiê em papel com documentos ao CampusFrance, o pagamento de uma taxa e a realização de uma entrevista.

Todas as etapas estão descritas detalhadamente em um guia de orientação que explica passo a passo como escolher uma formação e se candidatar. 

Um novo período de candidaturas será aberto em novembro / dezembro de 2014. Nessa ocasião, um guia atualizado será disponibilizado em nosso site. Clique aqui para conferir o guia da última campanha de candidatura, que se encerrou em 28 de março.

No momento da candidatura, estudantes que ainda não possuem um teste oficial de idioma deverão realizar o teste chamado TCF nas Alianças Francesas do Brasil para comprovar conhecimentos em língua francesa.


Por que morar e estudar na França?

Arte, cultura, gastronomia, qualidade de vida e de ensino... Há muitas razões para querer dar continuidade nos estudos na França. Se você ainda não se convenceu de que a França é o melhor destino para realizar seus estudos no exterior, confira abaixo 3 bons motivos:

1) Pela qualidade do ensino superior francês

A excelência do ensino superior francês é mundialmente conhecida. Apesar do aumento da competitividade de universidades de diversas regiões nos últimos anos, as universidades francesas sempre são bem avaliadas nos rankings internacionais. De acordo com ranking de Shanghai, por exemplo, a Université Pierre et Marie Curie, renomada no campo científico e na área das ciências médicas, está entre as 6 melhores universidades da Europa. Dentre as melhores escolas de comércio da Europa, a França ocupa a 1ª posição, conforme classificação do Financial Times.

Atualmente, existem 83 universidades públicas na França, as quais oferecem um ensino de alto nível por um custo relativamente baixo quando comparado com o das formações preparadas em outros países (183 €/ano para Licence e 254 €/ ano para Master). Essa é a principal vantagem que somente o ensino superior francês pode oferecer: formações de qualidade e financeiramente acessíveis. Isso só é possível porque, a cada ano, a França investe massivamente em ensino e pesquisa, destinando mais de 20% dos recursos do orçamento nacional à Educação.


2) Pela abertura internacional do ensino superior

A França é um dos países que mais recebem estudantes no mundo. Depois dos Estados Unidos (535.000) e da Grã-Bretanha (340.000), a França acolhe cerca de 280.000 estudantes por ano, o que representa 12% do efetivo total de estudantes em mobilidade internacional. Tal atratividade é reforçada pelo fato de a França adotar uma política de igualdade de tratamento entre estudantes franceses e estrangeiros. Todos os estudantes podem desfrutar dos mesmos benefícios sociais concedidos pelo Estado francês (seguro saúde, auxílio moradia e reduções no transporte), independente de sua nacionalidade.


3) Pela qualidade de vida e pela cultura francesa contemporânea

Viver na França significa ter à sua disposição o melhor sistema de saúde do mundo, segundo classificação da Organização Mundial da Saúde. Graças a um sistema amplo e eficaz, os franceses apresentam um dos mais altos índices de expectativa de vida (77 anos para os homens, 84 para mulheres). Além disso, gozam de um regime de trabalho de 35 horas semanais, o que lhes permite dedicar muitas horas a diversas atividades de lazer, esporte, cultura e arte, assim como apreciar a sua renomada gastronomia, classificada como patrimônio cultural imaterial pela UNESCO.

Como a França faz fronteira com 9 países da Europa e dispõe de uma importante rede de transporte ferroviário e aéreo, além de morar em um país central onde acontecem importantes eventos e conferências internacionais, o estudante terá a oportunidade de conhecer as principais cidades europeias do chamado Espaço Schengen com somente um visto.

Por fim, estudar na França é a ocasião de aprender ou aperfeiçoar o francês, língua mais estudada depois do inglês e falada por mais de 250 milhões de pessoas.


 

 

 

 

 

 

 

 

Fazer uma graduação ou pós-graduação na França está ao seu alcance. Fique atento aos períodos de candidatura (novembro a março) e dê uma chance a uma vida nova no coração da Europa!

 Por CEF Brésil